História de Nossa Senhora do Desterro

historia nossa senhora do desterro

Conhecida também pela Igreja Católica por Madonna degli Emigranti na Itália, Nossa Senhora do Desterro ou dos Desterrados, ou ainda Nossa Senhora da Fuga, ela protege os viajantes da fome, da peste, da guerra e das doenças contagiosas. É a protetora dos exilados e daqueles que se refugiam em terras estrangeiras, bem como o menino Jesus, que também expatriado de sua terra natal.

A história da N.Sa. do Desterro tem por origem a fuga da Família Sagrada rumo às terras do Egito. Tal acontecimento é narrado pela Bíblia, mais especificamente, no evangelho de São Mateus, capítulo 2, versículos do 13 ao 23. Nas Escrituras Sagradas, lê-se:

“(…) um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse: Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito; fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para o matar.”

São Mateus, 2, 13

Sendo assim, a Virgem Maria, desterrada, segue para o exílio salvando a vida do menino Jesus e o protegendo durante a viagem exatamente como previra o Senhor Pai através de sua mensagem a José, já que Herodes acaba por matar todas as crianças da região de Belém (São Mateus, 2, 16-18).

Sabendo José que só poderia retornar à Judéia depois da morte de Herodes, da qual toma conhecimento por intermédio de mais um sonho enviado por Deus, a Família Sagrada acaba por retornar para Nazaré na Galileia (São Mateus, 2, 22-23), de onde vemos nascer o nome de Nazareno para Jesus Cristo que irá crescer naquela terra.

Por fim, a passagem na Bíblia não só ilustra o início da trajetória de seus milagres, é a etapa final da Natividade e confere à Virgem Maria sua vocação de auxiliadora dos cristãos rogando ao seu Divino Filho Jesus pelo desterro dos males e chagas daqueles que saem de suas casas e pátria por motivos mil. Entre eles estão os refugiados da guerra, aqueles que vão em busca de trabalho no exterior e de uma vida melhor em outro lugar, isto é, os refugiados no estrangeiro de uma forma geral.

No Brasil

Além de proteger os desterrados, N. Sra. dos Desterrados também é a padroeira de várias cidades no nosso país Brasil. Para citar uma cidade capital de fama nacional, Florianópolis.

Situada na Ilha de Santa Catarina, a primeira nomeação da vila, que mais tarde se tornaria a capital do Estado de Santa Catarina, foi justamente o nome dela. Fundada pelo bandeirante Francisco Dias Velho em 1675 e ainda parte integrante da vila de Laguna, passou a se chamar somente Desterro com a Proclamação da República em 1889, sendo elevada assim à categoria de cidade.

Sendo assim, N.Sra. do Desterro é considerada a padroeira da cidade quando o papa Pio X abençoa o novo tempo ali construído, a Catedral de Florianópolis. Aliás, esta possui um grande acervo de arte sacra tendo como ponto alto a escultura chamada Fuga para o Egito onde figura a Santíssima Virgem Maria.

Por fim, é nesta mesma Catedral que a Virgem é venerada pela oração e novena a Nossa Senhora do Desterro.